Sexta, 13 de dezembro de 2019
 

Confira as cotações no mercado hoje:

Notícia

Temporais e furtos são principais causas de apagões no estado, alega Amazonas Energia

jefter Guerra

Publicidade

TVLAR

Diante das manifestações contra os constantes apagões de energia elétrica nos municípios do interior do estado, o diretor-presidente da Amazonas Energia, Tarcísio Rosa, participou na manhã desta quarta-feira (12) de uma Cessão de Tempo na Assembleia do Estado do Amazonas (Aleam) para explicar as falhas no serviço. Entre as soluções reivindicadas, a concessionária apresentou obras do parque e ação de combate a irregularidades.

A cessão foi convocada pelo presidente da Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (CDC/Aleam), deputado estadual João Luiz (Republicanos).

Em relação às recentes reclamações que chegaram ao conhecimento dos deputados, o diretor-presidente respondeu que as principais causas de interrupções no fornecimento de energia elétrica nos últimos meses foram tempestades, quedas de árvores, acidente de trânsito – quando carros atingem postes da rede – e ligações irregulares.

 

“Não existiu rodízio ou racionamento na capital. O que houve foram situações de vendavais e tempestades muito fortes que ocasionaram quedas de árvores e outros transtornos”, explicou o diretor-presidente Tarcísio Rosa.

“Não dá para cortar todas as árvores que estão perto da rede. Invariavelmente, com grandes tempestades temos problemas. Mas temos equipes para providenciar o reparo e restabelecer o serviço assim que possível”, acrescentou.

Sobre os racionamentos em Manacapuru, Tarcísio Rosa negou com veemência que não existe tal ocorrência e que o fornecimento pode apresentar instabilidade devido à estrutura passar no meio da floresta. “Picos rápidos que podem ocorrer são provenientes de manobras técnicas da equipe em trabalho”, explicou.

 
Deputados e vereadores se pronunciaram e cobraram respostas a respeito de reclamações da população sobre fornecimento de energia elétrica  no interior do Amazonas — Foto: Carolina Diniz/G1AM

Deputados e vereadores se pronunciaram e cobraram respostas a respeito de reclamações da população sobre fornecimento de energia elétrica no interior do Amazonas — Foto: Carolina Diniz/G1AM

 

Durante a cessão, deputados e vereadores se pronunciaram e questionaram a Amazonas Energia sobre a qualidade do serviço. “O que a gente espera não é só indenização, é que se estabeleça o serviço sem mais prejuízos”, reivindicou o vereador Leonardo de Souza Guimarães, conhecido como Leo, que representou a classe de Manacapuru.

Em julho, Iranduba e Manacapuru foram afetadas por apagão que deixou cerca de 200 mil pessoas prejudicadas.

“Houve roubos de cabos em Manacapuru no início do ano, e em julho houve rompimento do cabo submerso. Tomamos as providências e em uma semana fornecemos 65mw em caráter de emergência”, respondeu Tarcísio Rosa.

De acordo com o diretor-presidente, 87 usinas em todo o Estado estão em construção pela Amazonas Energia, sendo que 27 se encontram operando em fase de testes em municípios como Maués, Lábrea, Tefé e Coari. A expectativa da concessionária é de que até dezembro, cerca de 70 estejam prontas.

Em Manaus, obras nas Zonas Norte e Leste, áreas de expansão da cidade, estão sendo realizadas, segundo o diretor, pra reforçar fornecimento e “provavelmente ficarão prontas até janeiro ou fevereiro”.

Na ocasião, representantes da Amazonas Energia afirmaram ainda que “a ligação ilegal está entre as maiores causas das oscilações no fornecimento”.

 

“Estamos fazendo operação no centro da cidade. A cada dez estabelecimentos, 50% tem irregularidades, como ligação clandestina total ou parcial, por exemplo. Temos ação forte contra isso e vamos intensificar”, afirmou o diretor-presidente.

Para a empresa, a maioria dos protestantes que vão às ruas, não pagam pelo serviço e fazem uso de maneira ilegal. “Quem faz protesto queimando pneu não paga conta de energia. Quem paga, tem o número de atendimento pra ligar e reclamar,” disse o presidente. 

Prejuízos

Órgãos de defesa do consumidor foram procurados por moradores e comerciantes que relataram prejuízos com as falhas no fornecimento de energia elétrica e de água.

“Não existe indenização neste momento. É um processo que está em andamento que vai ser instruído e posteriormente virar sentença ou fazer acordo com a empresa para ressarcimento das partes”, explicou o defensor público Thiago Rosas sobre a responsabilização por parte da Amazonas Energia.

De acordo com o defensor, cerca de mil e quinhentas ações foram ajuizadas em mutirão nas cidades de Iranduba e Manacapuru. Quem não fez ainda, “pode apresentar um comprovante ou provas do prejuízo para ajuizar ação verbal”.

A população pode ainda procurar o Procon Amazonas para registrar os prejuízos causados pela interrupção no fornecimento de energia elétrica.

 

Fonte

G1 Amazonas
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Publicidade

TVLAR

Veja também

CORPO DE HOMEM= EM ESTADO DE DECOMPOSIÇÃO É ENCONTRADO EM RAMAL DO TARUMÃ
12Dez

CORPO DE HOMEM= EM ESTADO DE DECOMPOSIÇÃO É ENCONTRADO EM RAMAL DO TARUMÃ

Já está confirmado que o homem tinha perfurações de tiros disparados contra a cabeça

MALU MADER, MAITÊ PROENÇA E MATEUS SOLANO FAZEM MUTIRÃO DE LIMPEZA EM MANGUE NO RIO
12Dez

MALU MADER, MAITÊ PROENÇA E MATEUS SOLANO FAZEM MUTIRÃO DE LIMPEZA EM MANGUE NO RIO

Em registros divulgados, Maitê e Malu aparecem arregaçando as mangas e sem maquiagem

Caixa fará pagamento extra do FGTS no dia 20 de dezembro
12Dez

Caixa fará pagamento extra do FGTS no dia 20 de dezembro

— São 10 milhões de brasileiros e R$ 2,6 bilhões — disse Guimarães

Bolsonaro retirou lesões no rosto, na orelha, no tórax e no antebraço, diz Planalto
12Dez

Bolsonaro retirou lesões no rosto, na orelha, no tórax e no antebraço, diz Planalto

A consulta só começou a ser esclarecida pelo próprio presidente:

MAIS NOTÍCIAS

Publicidade

Parceiro
Expertise
Parceiro
GACC Amazonas

Erro na Linha: #615 :: Undefined variable: logo
/home/conexaoamazonas/public_html/themes/news/noticia.php

Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )