Portal de Notícias Demonstrativo - Sua fonte de notícias na cidade de ...

Notícias/Mundo

ONU lamenta situação "terrível" e execuções extrajudiciais na Ucrânia

Informações constam de relatório do escritório de direitos humanos.

ONU lamenta situação
Foto: REUTERS/Yana Paskova/Direitos Reservados
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O escritório de direitos humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) disse nesta terça-feira (27) que a invasão da Ucrânia pela Rússia causou uma situação terrível de direitos humanos e levou a uma ampla gama de violações de direitos, incluindo execuções extrajudiciais e tortura, que podem equivaler a crimes de guerra.

O Escritório do Alto Comissariado para os Direitos Humanos (ACNUDH) afirmou, em um relatório, estar particularmente preocupado com a tortura e maus-tratos de detidos pelas forças russas e grupos armados afiliados, mas disse que houve violações de direitos por ambos os lados.

O ACNUDH também disse estar "altamente preocupado" com os "enormes riscos" representados por hostilidades próximas ou em usinas nucleares e pediu medidas imediatas para desmilitarizar a usina nuclear de Zaporizhzia ocupada pelas forças russas.

Kiev e Moscou não comentaram imediatamente o relatório, realizado entre 1º de fevereiro e 31 de julho e baseado no trabalho da Missão de Monitoramento de Direitos Humanos das Nações Unidas na Ucrânia. Ambos os lados têm negado alegações de abusos dos direitos humanos.

"O ataque armado em curso da Federação Russa contra a Ucrânia e as hostilidades associadas resultaram em uma situação terrível de direitos humanos em todo o país. O conflito armado levou a uma ampla gama de DESTAQUES EBC violações de direitos humanos que afetam civis e combatentes", informou o documento.

O ACNUDH disse ainda que continua documentando e verificando alegações de assassinatos ilegais de centenas de civis pelas Forças Armadas russas nas regiões de Kiev, Sumy e Kharkiv.

FONTE/CRÉDITOS: Agência Brasil
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!