Portal de Notícias Demonstrativo - Sua fonte de notícias na cidade de ...

Notícias/Saúde

FVS diz que AM tem risco baixo para transmissão de Covid-19, mas alerta para atualização do esquema vacinal

Alerta é para a conclusão do esquema vacinal com a 3ª e 4ª dose de reforço da vacina.

FVS diz que AM tem risco baixo para transmissão de Covid-19, mas alerta para atualização do esquema vacinal
Foto: Secom
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O Amazonas segue em risco baixo para transmissão de Covid-19, segundo a Fundação de Vigilância em Saúde Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP). No entanto, nesta sexta-feira (18), a instituição alertou para a atualização do esquema vacinal com a 3ª e 4ª dose de reforço da vacina.

A FVS-RCP informou que o estado registra redução da taxa de positividade. De acordo com o boletim da fundação, essa é a mais baixa classificação de risco no Plano de Contingência Estadual para o novo coronavírus.

 

Números

 

Nos últimos 14 dias, o órgão estadual de Vigilância em Saúde registrou 154 casos de Covid-19 e 4 hospitalizações por conta da doença. "As principais internações são de pessoas que não tomaram nem a primeira dose", enfatizou a FVS.

A diretora-presidente da FVS-RCP, Tatyana Amorim, destacou que a população deve concluir seu esquema vacinal para que todos estejam seguros no inverno amazônico e no período de festividades.

"Este é o cenário mais confortável, porque temos as vacinas. Mas estamos com uma cobertura da 3ª dose de reforço em torno de 50% no Amazonas, e da 4ª dose, em torno de 20%. Então, olha a quantidade de pessoas que precisam atualizar o seu cartão de vacina para que a gente possa enfrentar este período de festividade com segurança. Quanto mais o público estiver vacinado, menor a circulação viral a gente vai ter", ressaltou.

 

Cobertura vacinal

 

O titular da Secretaria de Saúde do Amazonas (SES-AM), Anoar Samad, disse que as vacinas estão sendo disponibilizadas por meio do Programa Nacional de Imunização no Estado (PNI) e da logística organizada pelo Governo do Estado.

"O estado recebe as vacinas do Ministério da Saúde, faz essa logística de recebimento, de armazenamento e distribuição. As prefeituras têm a sua logística, elas agendam e vão buscar na FVS-RCP. O ato de vacinar é das prefeituras", afirmou.

FONTE/CRÉDITOS: G1 AM
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!